CIÊNCIA E TECNOLOGIA

          

Empresa cria método que blinda Celulares e Computadores de pessoas comuns dos hackers mal-intencionados

Método infalível de segurança na internet, prático e eficaz protege as suas informações, fotos e o seu dinheiro dos hackers e outros perigos da internet. Veja notícias reais e recentes dos perigos online:

Por “Antonio  Pereira”, São Paulo
Publicado em: 26/07/2019 17h58

O WhatsApp anunciou na noite desta segunda-feira (13/05) que descobriu uma vulnerabilidade em sua plataforma, deixando uma brecha de segurança para ataques de hackers.

Hoje todos nós estamos expostos aos riscos da internet. Mesmo empresas grandes como o Facebook e WhatsApp não estão seguras quando se trata de defesa a ataques de hackers. A notícia acima nos mostra como uma pequena vulnerabilidade no sistema de defesa pode acarretar em grandes perdas financeiras ou até mesmo em grandes riscos para a segurança física e moral de seus usuários.

De acordo com as pesquisas de um site de defesa virtual dos Estados Unidos, Financial Times (FT) revelou a falha comum em diversos sistemas, permitindo assim que hackers e pessoas mal-intencionadas tenham fácil acesso as informações pessoais dos usuários como dados do cartão de crédito, dados bancários, monitoramento de câmeras de celular, imagens da webcam, microfone, entre outros.

No período entre março de 2016 e março de 2017, ferramentas de hackers foram usadas para roubar uma média de 248 mil contas toda semana. Em outras palavras, são quase 1 milhão de credenciais roubadas por mês. A maioria das contas roubadas foram parar nas mãos de hackers por culpa de vazamentos e falhas de segurança em empresas que deveriam proteger o login e a senha do usuário. É o caso dos recentes vazamentos da Equifax, do Yahoo e outras companhias.

O próprio WhatsApp descobriu um ataque hacker. O objetivo era vigiar remotamente os celulares-alvo por meio da câmera e do microfone do celular.

Você costuma levar o seu celular quando vai ao banheiro?

O Objetivo dos hackers de hoje é encontrar vulnerabilidade nos sistemas de defesa e assim adquirir informações importantes de suas vítimas. Tivemos muitos casos recentes registrados de hackers que tiveram acesso as imagens de câmeras de celulares, conseguindo assim imagens e gravações íntimas dos portadores para extorquir dinheiro ou ameaçar a integridade física ou moral dos mesmos.

As invasões podem acontecer de diversas formas e de forma constante, seja ao clicar em um link suspeito, baixar um aplicativo desconhecido e até mesmo de uma chamada telefônica feita para o aparelho-alvo mesmo que ela não seja atendida. Além disso, geralmente estas invasões são indetectáveis, o que torna a sua atuação ainda mais silenciosa.

A suposta hacker, Paige A. Thomp, é uma especialista em Tecnologia da Informação, tem 33 anos e foi presa em Seattle, no estado de Washington.

Não é só no Brasil que o assunto dos hackers está tomando conta dos noticiários. Os norte-americanos também estão passando por maus bocados. De acordo com documentos judiciais e com o Banco Capital One, a hacker Paige roubou 140 mil números da Previdência Social e 80 mil números de contas bancárias na violação em 19 de julho. O FBI aponta que a hacker supostamente se aproveitou de um “erro de configuração do firewall” para invadir o servidor do banco. Ao todo, o crime comprometeu informações que afetaram cerca de 100 milhões de pessoas nos Estados Unidos e outras 6 milhões no Canadá.

Nessa notícia podemos ver que todos estão vulneráveis a ataques de hackers e ladrões virtuais, mesmo grandes empresas, como o banco norte-americano Capital One Bank, estão expostos a ataques e roubos virtuais; o prejuízo causado à companhia devido a uma falha de segurança foi enorme e apenas uma pequena parte do valor foi recuperado junto ao FBI e as autoridades maiores.

Hackers encontram falhas no sistema de autenticação de dois fatores e roubam códigos dos usuários.

Hackers estão usando diversos meios para atingir seus objetivos, podendo ter acesso as suas redes socias, aplicativos pessoais, imagens, vídeos, endereço. Desta vez, os alvos foram bancos. “Criminosos realizaram um ataque a partir da rede de uma operadora estrangeira em meados de janeiro”, “O ataque redirecionou mensagens SMS enviadas a certos clientes para os invasores.” A empresa bloqueou a ameaça (cujo nome não foi revelado), e avisou aos clientes afetados.

Mais ataques virão

A maioria dos nossos dados não estão ligados à internet. No entanto, segundo a pesquisa, um equipamento de € 1.000 (cerca de R$ 3.500) é o bastante para um hacker imitar uma operadora de telefonia — e assim pedir acesso a outras empresas desprotegidas. Também é possível conseguir o número de celular e informações pessoais da vítima.

Visando todas essas vulnerabilidades na internet, a empresa Seguro na Internet criou um método prático e eficaz para proteger todas as principais áreas que são alvo de ataques virtuais e se prevenir assim dos hackers e pessoas mal-intencionadas. “O método SNI ensina você a se proteger agora e entender os sistemas de defesa de seus aparelhos, não é necessário ser um profissional especializado para conhecer e colocar em prática a sua própria defesa, visando guardar a sua integridade física e moral”.

Nossos filhos não estão seguros hoje na internet, agora mesmo eles podem estar sofrendo assédio de pessoas mal intencionadas, bullying virtual, sendo vigiados por sequestradores disfarçados ou criminosos virtuais aguardando o momento certo para agir.

“Devido as ocupações do dia a dia eu não conseguia dar muita atenção a minha filha; costumava deixar ela quase o dia todo conectada à internet vendo vídeos ou em joguinhos, porém, o comportamento dela foi mudando de forma inesperada e ela não me falava o que estava acontecendo. Após concluir o método de segurança consegui identificar que ela estava sendo ameaçada por um homem na internet, hoje controlo todas as atividades dela na internet.” revelou Selma Campos cliente do método.

Atualização (23/07/2019 19h45) 
Centenas de leitores tem nos enviados e-mails, perguntando se o nosso método também funciona para pessoas inexperientes. 
Informamos a todos que o nosso método tem como objetivo ensinar tudo sobre as principais falhas de segurança virtual, assim sendo, ele funciona da mesma forma tanto para pessoas sem conhecimento virtual como para quem já atua na área de segurança.
Portanto, o nosso método está recomendado para todos aqueles que querem se proteger dos riscos virtuais e blindar os principais sistemas de defesa de seus aparelhos.

Saiba os riscos que os seus filhos estão correndo ao navegar de forma insegura na internet.

Após ler essa matéria gratificante, nós aqui do Portal decidimos investigar mais a respeito do método de Segurança Virtual. Para isso nossa equipe entrou em contato com o instituto de ensino e com a ajuda da nossa chefe de redação, vamos publicar aqui um detalhamento em primeira mão:

Quando surgiu essa matéria aqui no portal, eu me voluntariei para testar o método e escrever um mini-diário sobre minha experiência. Eu já tinha testado vários aplicativos e sistemas que apareceram aqui no site, mas nenhum tinha me dado umas informações tão cruciais; sempre acabava baixando um monte de aplicativos e deixando o meu sistema pesado e lento. Para começar a colocar o método em ação, eu fiz a inscrição online e paguei em 12x no cartão. O acesso chegou em menos de 15 minutos no meu e-mail, já foi um ótimo começo.

Primeiras Impressões:

Já nos primeiros dias de estudo, fiquei surpreso com os resultados. Meus sistemas estavam realmente vulneráveis. Um ponto positivo do método é a facilidade de entender os sistemas estudados. Sendo assim, mudei todas as minhas senhas. Devido a minha falta de costume e tempo de uso me dediquei ao método quando tinha tempo disponível.

Honestamente, eu notei o quanto estava desinformado quanto aos riscos da internet como, por exemplo, identificar sites falsos e realizar compras pela internet. Acho que me inscreveria no método só pelo conhecimento amplo que me proporcionou. O mais surpreendente é que eu tinha mudado apenas um pequeno detalhe de segurança e isso já me preveniu de muitos riscos.

No final do primeiro módulo, resolvi fazer um teste online para confirmar se o que havia aprendido era legítimo e não pude acreditar no que vi. Eu havia gabaritado o teste! Há muito tempo já vinha tentando diversos ensinos, e nenhum tinha dado tanto resultado assim nos primeiros dias.

Ainda assim, eu não estava convencido de que esse método iria funcionar, porque dizem que estes testes online são totalmente diferentes do que realmente ocorre nos ataques reais. Eu queria esperar e ver os resultados dos próximos módulos, mas com certeza já estava bem otimista!

Após 3 meses:

Depois de três meses de estudo, eu me sentia ainda mais capacitado, e estava tendo os melhores resultados em testes gerais de Segurança. Eu já não estava mais correndo riscos virtuais nas compras online e nos meus aplicativos. Além disso, eu adquiri conhecimento semelhante a alunos que cursaram 2 anos ou mais de faculdade. Eu nunca tinha tido resultados tão rápidos assim em curso nenhum na minha vida, e olha que já tentei muitos.

A partir desse ponto, já comecei a acreditar que o método da SNI não era nenhum tipo de falácia e realmente funciona.

 

Após 4 meses:

Após 4 meses estudando com a SNI, já não tenho mais dúvida que ele realmente faz diferença. Entrei em contato com o especialista da instituição de ensino e ele me informou e deu diversas dicas extras de segurança. Resolvi colocar o método em prática na empresa em que trabalho e recebi diversos elogios!

 

Após 6 meses:

Após 6 meses com o método da SNI, estou protegido na internet todos os dias, posso dizer que meu conhecimento aumentou bastante. Ao todo, aprendi as principais falhas nos sistemas de segurança, posso deixar meus filhos navegarem na internet sem peso na consciência, posso fazer compras seguras online e navegar de forma segura.

 

Adquira agora o método Seguro na Internet (SNI) e fuja dos espiões virtuais e não perca nem dinheiro e nem sua privacidade.

Muitos funcionários aqui da redação também adquiriram o método da SNI. Muitas tinham uma história parecida com a minha, apenas navegando sem saber dos riscos virtuais, sem muita preocupação, mas agora estamos seguros.

Depois de aplicar as informações de segurança por 6 meses, achei que talvez pudesse esquecer o conteúdo devido à falta de revisão, mas não perdi quase nada do meu aprendizado! A SNI usa um método muito prático em suas aulas; graças a isso eu posso manter toda a informação aprendida por bastante tempo, pois não tem o famoso efeito-amnesia.

Recebi um e-mail da instituição de ensino me informando que recebi conteúdo extra e atualização das aulas. Estou feliz com meu conhecimento atual, e tenho buscado cada vez mais minha segurança em todos os aspectos.

Dificilmente recomendamos algum produto no nosso site ou na revista, mas com as evidências de que funciona e a satisfação garantida, sentimos que nossos leitores iam gostar e mereciam a dica. Além disso, a empresa responsável pela venda do método no Brasil confia tanto no seu produto, que oferece uma garantia de 100% de satisfação; basta entrar em contato com a empresa caso não estiver satisfeito.

Importante: Segundo o fabricante, o método da Seguro na Internet só está disponível para compra através da internet, entre em contato para mais informações. De acordo com a empresa, isso é porque a procura pelo ensino está tão alta, que as novas vagas promocionais têm sido vendidas em poucas horas através do site.

Para você que está acessando por esse portal, conseguimos uma parceria!

Apenas clicando no banner abaixo é possível adquirir o Método Seguro na Internet com desconto.

 

79 comentários

Ordenar por:
Adicionar um comentário...

Aline Lopes

Confirmo o que foi dito. Comprei esse método meses atrás, quando eu tava morando emprego nos EUA... Não imaginava o resultado do conteúdo apresentado. Mudou minha vida.

Curtir ·  Responder ·  4 ·  30 minutos

Carla Albuquerque

nossa, se soubesse que existia cursos assim, eu tambem já tinha comprado antes... obrigada pelo materia

Curtir ·  Responder ·  3 ·  25 minutos

Nicole Alvaro

valeu pela dica Aline, estava meio desconfiada mas lendo seu comentário aqui, pelo jeito funciona mesmo, vou testar.

Curtir ·  Responder ·  1 ·  16 minutos

Lucia de Oliveira

Eu vi falando sobre essa Seguro na Internet no programa da fatima bernardes, mas não sabia onde comprar.

Curtir ·  Responder ·   ·  13 minutos

Roberto Ferreira

Estou precisando de segurança para os meus filhos a um tempo... ah se eu tivesse visto essa matéria antes...

Curtir ·  Responder ·  2 ·  1 hora

Lucas Araujo

Minha esposa adquiriu o método já faz algumas semanas e parece estar adorando rsrsr

Curtir ·  Responder ·  5 ·  1 hora

Elisa Duarte

Um primo meu comprou, e vive me incentivando a comprar tambem, ele diz que deu um grande conhecimento de segurança em geral

Curtir ·  Responder ·  1 ·  45 minutos

Bruna Silva

Espero que também funcione para mim, estou necessitada!

Curtir ·  Responder ·  2 ·  25 minutos

Sara Rosa

Será que esse site é confiavel? tenho medo de comprar pela internet com tantos perigos por ai

Curtir ·  Responder ·  2 ·  19 minutos

Elisa Duarte

É sim Sara, ajudei meu primo a comprar, o acesso chegou rapidinho, ainda antes do prazo.

Curtir ·  Responder ·   ·  15 minutos

Lucia de Oliveira

Olha não é barato não, mas se for bom assim, compensa e me faz feliz, porque ninguem merece perder tudo para esses bandidos da internet. Cadeia para eles!!!

Curtir ·  Responder ·   ·  1 hora

LEIA OUTROS ARTIGOS
O WhatsApp anunciou na noite desta segunda-feira (13) que descobriu uma vulnerabilidade em sua plataforma, o que deixava aberta uma brecha de segurança para ataques de hackers no mensageiro.
O próprio WhatsApp descobriu um ataque hacker programado, em tese, para afetar um pequeno número de usuários. O objetivo era vigiar remotamente os celulares-alvo por meio da câmera e do microfone do celular.
Bancos ao redor do mundo usam o SMS para enviar códigos temporários a fim de autorizar transações online. Esta autenticação por dois fatores deveria tornar o processo mais seguro; no entanto, hackers descobriram como roubar esses códigos.
Termos de Uso e Políticas de Privacidade. Todos os Direitos Reservados.